terça-feira, 20 de novembro de 2012

Cruz Grega


Símbolo universal do Cristianismo, a cruz grega tem sido especialmente utilizada ao longo da história.

É também conhecida como cruz simples, pois tem as quatro hastes iguais, em altura e largura, inserindo-se num plano quadrado.

Era já usada pelos gregos e romanos como símbolo de mistério e aparece em manuscritos, cartas e diplomas de imperadores, reis e pontífices.

É também frequente encontra-la em contratos comerciais ou outros documentos medievais de grande importância, que eram selados com o sinal da cruz.

Na arquitectura, foi utilizada em muitos monumentos da antiguidade cristã e tem tido um papel importante na disposição da planta de igrejas e catedrais, rivalizando com a cruz latina das construções românicas e góticas.

Esta disposição em cruz grega teve origem na magnífica arquitectura bizantina. Os primeiros exemplos foram realizados em Constantinopla, actual Istambul (Turquia), e Ravena (Itália), de onde se estenderam para o Ocidente.

Saint Front de Perigueux, em França, é um excelente exemplo da utilização da planta em cruz grega e assinala a influência da arquitectura cristã oriental.

Esta cruz tem também servido como decoração em templos ou lugares de especial significado espiritual e religioso.

Encontram-se muitas vezes pintada, executada em forja ou outros materiais requintados, ou ainda talhada em pedra, adornando as cúpulas dos templos e as paredes exteriores de igrejas e mosteiros, como sinal da esperança para o ser humano.

HÉLDER GONÇALVES

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...